14 janeiro 2010

na próxima vez



na próxima vez
quero abraçar-te
beijar-te
encontrar o teu peito
no meu
na próxima vez

abrir-te
as mãos
descobrir
como encaixam
nas minhas

sentir
as linhas
que a vida nos fez

afagar-te o rosto
o cabelo
guardar o teu cheiro
no cofre
do meu peito

enchê-lo

na próxima vez

2 comentários:

Anónimo disse...

Mais um aniversario... nao e? Daqueles que custa... mesmo longe, custa!

Um beijo para a minha tia, a quem descobri um lado poetico!
David

sou azinheira disse...

david
as distâncias,contam claro! mas, às vezes, nós é que as criamos e não deviamos...
beijo