03 março 2010

terra



cavar
a terra

penetrá-la fundo
com a enxada
extensão de mim

senti-la húmida
macia
pela chuva
da madrugada

cavar
corpo a dobrar

esforço

movimento
cadenciado

acima
abaixo

corpo cansado

sinto-o no arquejar
da terra
em mim

não posso parar
a vontade
pede

continuar
até ao fim

e ei-la
enfim
escura
branda
ventre
pele fina

fecundada

guarda a semente
que germina

na espera
da primavera

8 comentários:

Marília Gonçalves disse...

Um Poema Terra, terra alimento, terra berço, terra nave, Terra de tanta historia é um dos mais belos assuntos que pode Cantar uma digna filha do Alentejo
Marília Gonçalves

andrade da silva disse...

Finalmente avizinha-se a PRIMAVERA. O renascimento.
abraço
asilva

Marília Gonçalves disse...

UNIÃO EUROPEIA EM FESTA!
(o povo sofre, há que festejar!)


http://rotlefou.blogspot.com/

Marília Gonçalves disse...

Haja justiça pela parte da Natureza
e que faça a Primavera nascer para todos os povos que sofreram!

Mas como diria o poeta imenso Gérard de Nerval:
os mortos esquecem depressa


pelo sim pelo não embora o sol nos ande em piscadela de olhos, vou acender a lareira, que por atavismo nos serena.
Marília Gonçalves

azinheira sou eu disse...

marília
asilva

é a alma alentejana
território muito próprio

precisam-se primaveras
e se elas naõ chegam
saibamos nós inventá-las

azinheira sou eu disse...

marília
as lareiras são mágicas

Marília Gonçalves disse...

pois sao, e no mês de Junho passado como o quintal é grande e o permite fizémos fogueiras pelos santos populares, vieram franceses, e as crianças ficaram loucas de alegria, fogueiras pequenas, dos ramos das árvores podadas, como por aqui na terra hà artistas em barda, houve cantos e guitarradas, porque será que o fogo (domesticado, claro) agrada tanto so o atavismo o pode explicar e segundo os psis aqui é excelente meio de combater as depressões, medos antigos escondidos numa memória ancestral, que se dissipam ao pé duma fogueira ou duma lareira.
Reminiscências...
abraço e vamos de roda, a alegria também alimenta
e um abraço para o meu Capitão, que và saltando fogueiras só lhe pode fazer bem assim como a todos os companheiros e companheiras
Marília

Marília Gonçalves disse...

DIA da MULHER

http://nossaspoesiaslibertarias.blogspot.com/