22 março 2010

poesia com primavera

auditório municipal augusto cabrita
barreiro

os bravos pombos
chegam aos bandos

estorninhos em rodopio
traçam no ar
desafios

gente que é campo
em mil cores
arco-íris
sedutores

arco-íris de gente
primavera luminosa

abraço quente

2 comentários:

Marília Gonçalves disse...

Agora

Ser humano meu irmão
à nossa porta igualmente
vem bater o coração
da vida de tanta gente.

Se na construção da vida
soubermos dar-nos as mãos
mesmo se dói a subida
seremos todos irmãos.

Mas se cada um optar
pla outra estrada velhinha
verá no tempo a passar
a vida morta, sozinha.

Por isso o tempo é de opção!
De escolha firme e urgente:
ou damos vida a um irmão
ou morremos igualmente


Marília Gonçalves

azinheira sou eu disse...

amiga marília
sempre um poema pronto a voar
por esse espaço fora
ob