20 março 2010

a caminho das estrelas



quando atirei
a culpa
para o caixote do lixo
fiquei leve,
limpa.

voei
subi
em espiral.

já passei a M31
rumo ao infinito
e continuo vagueando
pelo Universo



3 comentários:

Marília Gonçalves disse...

Patient, patience,
Patience dans l'azur!
Chaque atome de silence
Est la chance d'un fruit mûr!

Paul Valéry
tradução para quem esqueceu o francês:
paciente, paciência
paciência no espaço azul
cada átomo de paciência
é a probabilidade de um fruto amadurecido

traduzido de Paul Valéry

o universo foi criado em biliões de anos, a Terra 4,5 biliões de anos, encontra-se na metade previsível de sua vida, se o ser-humano, com a estupidez da ganância, não a destruir, destruindo os eco-sistemas e o frágil equilíbrio da vida, o que para os que não contribuíram para tal seria mais uma injustiça e um crime que só a Natureza julgaria e puniria, não haveria ninguém mais para o fazer
é preciso respeitar cada espécie viva, principalmente as que se encontram ameaçadas de extinção!desde animais, a cada flor rara, cada planta,
senão todos pagaremos muito caro, a Natureza é cega e quando se vinga não escolhe, vai a eito! vejam o que se passou na Madeira, no Chile, relembrem o horror do TSUNAMI DE Há ANOS QUE MATOU TANTA GENTE!
cabe a cada povo obrigar seus governantes a tomar medidas de protecção da Natureza, e a Proteger a Água, bem essencial a todos! urgentemente!!
abraço fraterno e solidário
Marilia Gonçalves

Marília Gonçalves disse...

Amiga
com isto tudo nada te disse sobre o teu poema, a tua viagem por Andrómeda e mais além, não penso tratar-se de Astronomia pura, mas de puro sonho e momentos ridentes
enfim eu estaria quase tentada a convidar-te para um titulo: Pasmo, espasmo, na rima procura a que melhor te parece
marota a Marília? oh minha amiga já fui jovem e tenho boa memória, por enquanto...ah ah ah
felicidades na longa viagem pelas galáxias
e já agora deita uns pózinhos de estrelas sobre o nosso Planeta Azul, que se ilumine no coração humano
tua amiga
Marilia

azinheira sou eu disse...

amiga marília
tudo isso de que falas deveria ser a preocupação maior dos governantes da respublica que é o nosso planeta. mas não é. e depois as consequências são todos os cataclismos a que assistimos.infelizmente são sempre os mais fracos quem mais sofre.

a marotice faz falta à vida. esse também seria um bom título...